Acesso linguístico oferece carreira para mulheres na CHA

01/05/2020
Na foto, Naomie Florestal (esquerda) e Sara Joint.

Estar no hospital ou no consultório médico pode ser estressante, especialmente se você ou seu ente querido está doente ou machucado. Imagine se você não fala o mesmo idioma que a sua equipe de cuidados de saúde e tem perguntas sobre quando vai melhorar. Os intérpretes médicos preenchem essa lacuna e dão voz ao paciente.

A CHA possui mais de 100 intérpretes médicos que se engajam com centenas de pacientes todos os dias. Nossa equipe de intérpretes vem de todos os setores da sociedade e trazem suas próprias experiências de vida para o ambiente hospitalar e clínico para ajudar a conectar os pacientes aos cuidados.

Diversos intérpretes médicos vieram para a CHA após receberem treinamento do Found in Translation (FIT), um programa comunitário de acesso linguístico em Boston, Massachusetts, dedicado a ajudar mulheres bilíngues talentosas a avançar na carreira. O FIT é gratuito e inclui suportes de senso comum, tais como serviços locais de cuidados infantis, assistência de transporte, mentoria e orientação de carreira. A CHA é uma apoiadora ávida do FIT e oferece gratuitamente à agência um espaço para treinamentos. Duas médicas intérpretes da CHA, Naomie Florestal e Sara Joint, são graduadas com mais de 100 horas no programa de treinamento FIT. Recentemente, pedimos para Naomie e Sara Joint compartilharem suas experiências.

Que impacto o FIT teve na carreira de vocês?
Sara Joint: o FIT fez uma enorme diferença na minha vida. Eu sempre quiz me tornar uma intérprete médica e ajudar pessoas de diferentes origens a se engajarem com seus cuidadores. Depois de obter minhas credenciais, eu me tornei membro da Language Access Fellowship no FIT. Como uma Colega Sênior, atualmente trabalho para a organização como Coach Linguística e Instrutora de Anatomia e Fisiologia.
Naomie Florestal: o FIT possibilitou que eu aproveitasse as habilidades que eu já tinha e desenvolvesse uma nova profissão.
Depois da graduação, o FIT continua dando suporte aos seus aprendizes através de habilidades práticas, educação, networking e outras oportunidades profissionais. Eles me ajudaram a conseguir meu primeiro emprego como intérprete médica, e serei eternamente grata!

Como vocês se conectaram à CHA?
Sara Joint: a CHA sempre foi um local em que eu queria trabalhar por causa da diversidade de sua população de pacientes e equipe progressiva de funcionários e prestadores. No início deste ano, quando foi aberta uma vaga na CHA, eu entrei em contato com a gerente de Assuntos Multiculturais e Relacionamento com o Paciente (MAPS) para expressar meu interesse. Estou profundamente honrada por servir à minha própria comunidade haitiana todos os dias.
Naomie Florestal: quando cheguei aos Estados Unidos, o CHA Cambridge Hospital foi o primeiro lugar para o qual eu vim por causa de uma dor de cabeça. Embora eu falasse inglês, eles me ofereceram o suporte de um intérprete médico. Foi tão reconfortante! Depois de terminar meu treinamento, vi uma vaga na CHA e pulei na oportunidade de ser intérprete para pacientes falantes de crioulo haitiano e francês.

Do que vocês mais gostam no trabalho na CHA?
Sara Joint: todo dia, os intérpretes na CHA fazem rondas matutinas para pacientes com proficiência limitada em inglês. Recentemente, depois de deixar uma paciente haitiana, ouvi por acaso ela conversando com seu marido no viva-voz. Ela explicou o quanto era grata por ter uma intérprete que vinha toda manhã para vê-la e conferir se precisava de alguma coisa. As rondas matutinas são um componente importante na abordagem de cuidados da CHA para garantir que nos conectemos aos pacientes no próprio idioma deles.
Naomie Florestal: em geral, vejo muito valor em ajudar os pacientes a encontrar sua voz nas conversas sobre sua própria saúde.

Que palavras ou frases vocês usariam para descrever a CHA?
Sara Joint: diversa, inclusiva e focada na comunidade.
Naomie Florestal: eficiente, organizada e inclusiva!

Quarenta e três por cento da população de cuidados primários na CHA recebem assistência em idioma diferente do inglês. Oferecemos acesso linguístico em mais de 350.000 encontros por ano, em mais de 70 idiomas diferentes. Clique aqui para saber mais sobre diversidade na CHA.

Cambridge Health Alliance

Contributed By: Cambridge Health Alliance

Cambridge Health Alliance is an academic community health care system committed to serving all members of our communities. We have expertise in primary care, mental health and substance abuse, and caring for diverse and complex populations. CHA patients receive high quality care in convenient neighborhood locations, and have seamless access to advanced care through CHA’s affiliation with Beth Israel Deaconess Medical Center. With over 140,000 patients in Cambridge, Somerville Everett and Boston’s Metro North, CHA is working hard to offer the integrated services its communities need now, and in the future.